Paraná investe em estudos sobre travessias no Litoral

O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR) publicou dois editais de licitação para apoiar o desenvolvimento da infraestrutura na área de transporte aéreo e marítimo.

As licitações acontecem na modalidade Seleção Baseada na Qualidade e Custo, em que empresas pré-selecionadas são convidadas a apresentarem propostas para os projetos.

As propostas técnicas e de preços para ambos os editais deverão ser entregues até o dia 14 de outubro.

Com valor estimado de R$ 789.462,00, o edital 13/2019 vai contratar uma empresa de consultoria para elaborar os Planos Diretores Aeroportuários dos aeroportos Juvenal Loureiro Cardoso, de Pato Branco, no Sudoeste; e Orlando de Carvalho, de Umuarama, no Noroeste do estado. Estes documentos guiam o desenvolvimento de um aeroporto, planejando suas atividades de modo integrado aos outros modos de transporte locais e ao desenvolvimento socioeconômico da região. Eles também são exigidos pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) antes de autorizar qualquer modificação na infraestrutura de um aeroporto.

E o edital 14/2019, com valor estimado de R$ 1.039.593,67, vai contratar uma empresa de consultoria para elaborar os Estudos de Viabilidade Técnica, Econômica e Socioambiental (EVTEA) das linhas de transporte aquaviárias intermunicipais de passageiros do litoral norte do Paraná.

Estes estudos irão embasar a regulamentação das travessias sendo definidas pelo Governo do Estado, e estão priorizando as travessias intermunicipais de Pontal do Paraná, Paranaguá e Guaraqueçaba.

De acordo com os resultados, poderão ser estabelecidas estratégias de curto e de longo prazo para o Litoral, que incluem a contratação direta ou concessão para operar as travessias.

Segundo o secretário estadual de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex, o Governo do Paraná está investindo no modal rodoviário, ferroviário, aeroviário e aquaviário, com várias obras e inclusive com a contratação de projetos de infraestrutura. “Trabalhamos hoje, mas sem deixar de planejar para o amanhã, tudo com embasamento de empresas de renome internacional e muita experiência na elaboração destes projetos”, afirma.

BID – As duas ações são financiadas pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e acontecem dentro do Programa Estratégico de Infraestrutura e Logística de Transportes do Paraná.

“Como o DER já possui uma estrutura própria para gestão de projetos com o BID, executamos também as licitações de outros modais de transporte dentro do Programa Estratégico de Infraestrutura e Logística de Transportes, aproveitando a experiência e eficiência de nossas equipes”, explica o diretor-geral do DER/PR, Fernando Furiatti.

O programa tem valor previsto de US$ 435 milhões para as obras e elaboração de projetos, sendo US$ 235 milhões de recursos do financiamento com o BID. O exemplo mais recente desta parceria entre o BID e o Paraná é a licitação para construir o Contorno Sul de Wenceslau Braz, um investimento de R$ 11,7 milhões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *