Parceria da PRF com a Volvo resulta em aplicativo que auxilia na segurança das rodovias

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) participou do lançamento do aplicativo “Eu Rodo Seguro”, da Volvo, na manhã desta terça (10), em Curitiba (PR), sede da montadora.

A parceria da marca com a PRF vem desde 2014, com o lançamento do Atlas da Acidentalidade no Transporte. São dados de acidentes registrados pela PRF nas rodovias federais do Brasil e que são disponibilizados, analisados e transformados em um dos mais completos estudos de acidentalidade do país. Durante o evento, foi feito um histórico de evolução do Atlas, desde a primeira versão impressa, o Portal, que é a versão digital, até chegar no aplicativo.

O aplicativo

Com dados fornecidos pela PRF, a Volvo desenvolveu um aplicativo, que é um importante instrumento de gestão de riscos em uma viagem rodoviária. Receber alertas sobre os trechos mais perigosos das rodovias federais brasileiras auxilia o motorista redobrar a atenção ao dirigir nesses locais. Agindo dessa forma, o motorista contribui para reduzir o número de acidentes, mortos e feridos. O público-alvo não são apenas gestores de frotas, mas os motoristas em geral, todos responsáveis por um trânsito mais seguro.

O Superintendente Regional da PRF no Paraná, Ismael de Oliveira, durante suas palavras, destacou que a evolução, como foi com o cinto de segurança, passou por um período de testes até chegar na sua forma atual. E durante sua idealização e criação, alguém acreditou que era possível tornar o trânsito mais seguro. “São mudanças assim que nos fazem acreditar que é possível chegar a um índice zero de acidentes”, complementou.

Ainda, o evento teve a participação dos PRFs Allan Peixoto, da Coordenação de Tecnologia da Informação da PRF, em Brasília e Elieser Santos, do Núcleo Regional de Prevenção de Acidentes do Paraná, que discorreram acerca dos dados que são disponibilizados e sua a utilização, nas diversas plataformas.

O evento contou com diversas autoridades da área de trânsito, gestores de frota e instituições afeitas ao tema.

Imagens/informações: PRF.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *