Atleta ponta-grossense vende rifas para poder disputar bicampeonato mundial de Kickboxing

Uma das melhores lutadoras de Kickboxing do mundo em seu peso, Val Stanski tem apenas um mês para levantar recursos para disputar o bicampeonato mundial da modalidade. Rifas incluem rodízio para duas pessoas na Churrascaria Lugano, jantar para duas pessoas na Tony Pizzaria e uma camiseta oficial do Operário Ferroviário Esporte Clube

Por Michelle de Geus | Foto: André Waiga

Para poder disputar o bicampeonato mundial de Kickboxing, marcado para ocorrer em Sarajevo, capital da Bósnia e Herzegóvina, de 19 a 27 de outubro, a lutadora ponta-grossense Val Stanski precisa levantar por volta de R$ 2 mil para custear as despesas de sua participação no torneio.

Rifa
A solução encontrada pela atleta foi bater de porta em porta vendendo rifas. Até o momento, ela já arrecadou R$ 1 mil, mas ainda faltam mais de R$ 2 mil para cobrir gastos com inscrição, alimentação, hospedagem e transporte. As passagens aéreas já estão compradas, mas isso não garante a presença da atleta no campeonato. “É uma corrida contra o tempo. Eu tenho pouco mais de um mês para conseguir levantar esse valor. Caso contrário, vai ser impossível participar”, alega.

Cada rifa custa R$ 5,00, e os prêmios incluem rodízio para duas pessoas na Churrascaria Lugano, jantar para duas pessoas na Tony Pizzaria e uma camiseta oficial do Operário Ferroviário Esporte Clube (OFEC). As rifas podem ser adquiridas por meio do telefone (42) 9-9947-7175.

Interessados também podem ajudar depositando qualquer valor na conta da atleta:
Valdirene Aparecida Miranda Stanski
Caixa Econômica
Agência: 1757
Conta-poupança: 00038658-9
Operação: 013
CPF: 056.902.299-11

Otimismo
Val despontou como uma das melhores atletas da modalidade ao se tornar campeã mundial de Kickboxing em Budapeste, na Hungria, em 2017. Ela não perde o otimismo e espera repetir a façanha, algo inédito no Brasil. “Além de manter o foco nos treinos, também estou lutando para viabilizar recursos. É uma preocupação a mais”, afirma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *