Anunciados os vencedores do 10º Salão de Artes Visuais

Foi divulgado neste sábado, 05 de outubro, os artistas vencedores do 10º Salão de Artes Visuais de Ponta Grossa. O anúncio aconteceu durante a abertura da exposição, no Centro de Cultura e Inovação, evento que reuniu dezenas de pessoas. As obras foram escolhidas por uma comissão avaliadora especializada, vinda de Curitiba, e passam a fazer parte do Acervo Municipal de Obras de Arte, sob tutela da Fundação Municipal de Cultura.

Em primeiro lugar (com prêmio de R$ 3 mil) ficou a obra ‘Museu Campos Gerais’, do artista Saulo Pfeiffer. Já a série ‘Água Mole em Pedra Dura’, de Carlos Ferro, ficou em segundo lugar (R$ 2 mil) e em terceiro lugar (R$ 1 mil) a obra ‘Reminiscências II – Lembranças Vividas’. Também foram destacadas com menções honrosas as obras ‘Caminho para o Buraco do Padre’ e ‘Os Campos Gerais,’ de Cecília Incer, e a série ‘Momentos’, de Jéssica Santos.

Premiado em primeiro lugar, o artista Saulo Pfeiffer conta que o resultado foi surpreendente. Ele já havia participado de outros concursos e estava na expectativa pelo resultado. “Esse foi um primeiro trabalho com uma poética diferente. A tela é mais abstrata que as outras obras que já produzi e estava na dúvida se isso agradaria a banca avaliadora”, conta Saulo. A alegria e a sensação de dever cumprido estavam evidentes na voz do artista, que relatou que já gostaria de ter pintado o Museu Campos Gerais antes e fez o quadro especificamente para o edital do 10º Salão de Artes Visuais. Saulo também conta que pintar o Museu foi um processo complexo pela arquitetura do lugar, mas que é um prédio que o agrada muito.

Todas as 18 obras que integram o Salão foram escolhidas por meio de um edital público com o tema patrimônio cultural (material e imaterial); costumes e fazeres; e inventário de referências culturais, proposto pelo Conselho Municipal de

Política Cultural. A artista e conselheira Lenita Stark, representante das Artes Visuais, reforça que o Salão contribuiu para a produção e apreciação cultural, fazendo a arte circular. “Nesse ano de 2019 estamos vivendo e revivendo nossas memórias. E o nosso 10ª Salão de Artes Visuais de Ponta Grossa não poderia ficar de fora. Muitos eventos acontecendo na programação cultural da cidade, divulgando nossos patrimônios históricos materiais e imateriais”, ressalta.

“O principal benefício de um edital como o Salão de Artes Visuais é o incentivo à produção cultural. Além do valor monetário que é passado para os artistas ele também tem a certeza do reconhecimento e de que sua obra estará exposta com uma boa estrutura para toda a população. Também acontece, a partir de ações como esta da Prefeitura, o desenvolvimento cultural. Há uma banca de avaliação profissional para estas obras e isto, de certa maneira, direciona a arte em um sentido mais contemporâneo. Pudemos ver que em Ponta Grossa há diferentes vertentes e estilos artísticos, e isso é muito benéfico para todos”, reforça Saulo.

O Salão ficará aberto para visitação até o dia 31 de outubro, das 12h às 18h, na Galeria João Pilarski, no Centro de Cultura, com entrada gratuita. Além das obras vencedoras a exposição conta com os artistas Bruna Sassi, Ewerton Ruth, Higor G de A, Itamar, Rosana Ruth, Rute Yumi, Maria Georgina Santos Ávila e Simone Lupepsa. Fizeram parte da comissão avaliadora Francis Rodrigues, Julia Ishida e Karina Marques, todos eles artistas e professores de Arte de Curitiba.

Imagens/informações: Assessoria de imprensa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *