‘Devemos aprender a viver da energia do sol’ diz cientista mais velho do mundo a ganhar um nobel

John Goodenough, vencedor do prêmio Nobel de química deste ano, por contribuição e estudos para o avanço e inovação das baterias recarregáveis de lítio, se tornou a pessoa mais velha a ganhar um nobel, com 97 anos.

Segundo ele, devemos aprender a energia proveniente do sol, e para isso, precisamos avançar no quesito de armazenamento de energia.

O prêmio foi concedido em conjunto para o britânico Stanley Whittigham e para o japonês Akira Yoshino.

Segundo John “receber o nobel é uma boa razão para se viver até os 97 anos”.

Imagens/informações: Agência Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *