Mesmo com o fim do inverno, gripe continua a preocupar autoridades do estado

Os dados do novo boletim da gripe divulgados pela Secretaria estadual da Saúde (Sesa) nesta quarta-feira (16) mostram que mesmo com o fim do inverno e das baixas temperaturas o vírus da gripe continua circulando no Estado.

No último boletim, do inicio do mês de outubro, eram 614 casos confirmados, essa semana o número subiu para 623, já as mortes que eram 117 agora somam 120. A maioria dos óbitos é na faixa etária acima dos 60 anos, com 52,5%, seguido das pessoas entre 50 e 59 anos, onde 18,3% das mortes são referentes essa idade.

Os três óbitos registrados neste boletim foram justamente de pessoas acima dos 50 anos: uma mulher de 73 anos residente do município de Cornélio Procópio; um homem de 54 anos de Santa Terezinha de Itaipu e um homem de 55 anos de Curitiba.

“Estamos atentos ao aumento permanente de casos e óbitos na faixa dos 50 anos. Mesmo não sendo idosas, essas pessoas devem ter um cuidado especial para evitar a infecção por gripe e, ao apresentar sintomas, devem procurar atendimento médico imediatamente”, alerta Acácia Nasr, Coordenadora de Vigilância Epidemiológica da Sesa.  

SINTOMAS – Os sintomas da gripe são febre alta, acima de 38ºC, e com início repentino; além de tosse persistente; inflamação na garganta; sensação de cansaço; calafrios; dores musculares intensas e principalmente a dificuldade para respirar. A partir do início desses sinais, o quadro pode evoluir rapidamente para uma pneumonia ou outras infecções. 

Segundo o chefe da Divisão de Vigilância de Doenças Transmissíveis, Renato Lopes, além da atenção aos sintomas, os cuidados para prevenir a gripe também não podem parar. “É necessário manter os ambientes sempre bem arejados e não se esquecer dos hábitos básicos de higiene, como lavar as mãos frequentemente”, fala.

Imagens/informações: SESA/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *