Deputado propõe ampliação do PROERD com PMs da reserva

O deputado estadual Soldado Fruet (PROS) protocolou nesta segunda-feira (25) na Assembleia Legislativa do Paraná um expediente dirigido ao secretário de Estado da Segurança Pública, Romulo Marinho Soares, solicitando a implantação do Programa Educacional de Resistência às Drogas (PROERD) nos 399 municípios do Paraná. Para viabilizar a proposta, o Soldado Fruet sugere a participação de policiais militares da reserva remunerada, nos moldes do Programa Escola Segura.

“Em virtude do aumento do consumo de drogas entre crianças e adolescentes em idade escolar, torna-se necessário um trabalho efetivo e contínuo de prevenção”, defende o deputado. O PROERD consiste em um programa de caráter social e preventivo, desenvolvido nas escolas, através do esforço cooperativo entre a Polícia Militar, a escola e a família. Tem como objetivo capacitar jovens estudantes de informações e habilidades necessárias para viver de maneira saudável, sem drogas e violência.

Em 19 anos de existência, cerca de 1,6 milhão de estudantes de escolas públicas e particulares de 202 municípios paranaenses passaram pela formação. “Gostaríamos muito que o programa fosse estendido para todo o Estado, mas recentemente, ao pleitearmos a implantação do PROERD no município de Itaipulândia, a SESP nos respondeu que não seria possível atender a demanda devido à grande defasagem de efetivo da Polícia Militar”, aponta o Soldado Fruet, integrante das Comissões de Segurança Pública e de Defesa dos Direitos da Juventude da Assembleia.

Para contornar este empecilho, ele sugeriu que fosse permitida a adesão de policiais militares da reserva remunerada. A lei 20.011, recentemente sancionada pelo governador, alterou os critérios para enquadramento de veteranos no Corpo de Militares Estaduais Inativos Voluntários (CMEIV). Com menos exigências do que a legislação anterior, a expectativa é ampliar o número de voluntários no Escola Segura, que já está presente em 77 unidades e com previsão de ser implantado em mais 150 em 2020. “Da mesma forma, estou propondo que os PMs da reserva possam participar do PROERD”, explica o Soldado Fruet.

da Alep Notícias | Foto: Arquivo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *