Ao vivo: Professores fazem manifestação em Curitiba contra a reforma da previdência estadual

Professores da rede estadual de todo estado fazem, neste momento, uma manifestação no Centro Cívico, em Curitiba. Eles são contrários ao projeto da Reforça da Previdência Estadual que tramita na Assembleia Legislativa.

Às 16h desta terça, 3, a categoria deve se reunir em uma assembleia geral para avaliar os próximos passos do Sindicato.

Os professores da rede estadual estão em greve desde ontem, 2. De acordo com a APP-Sindicato, com a proposta de reforma da previdência os servidores terão uma grande perda.

Assista a transmissão ao vivo da manifestação.

Por meio de nota e um vídeo, o Governo do Paraná explica a decisão de mexer na Previdência Estadual. Conforme o Executivo, “a nova previdência do servidor público do Paraná segue rigorosamente a legislação aprovada no Congresso Nacional, após ampla discussão com os mais diversos setores da sociedade. Não se trata, portanto, de uma decisão casuística e sim de cumprir a obrigação de atualizar o marco legal dos regimes próprios de previdência dos Estados, adotando o novo preceito constitucional brasileiro”, diz.

O Governo afirma ainda que no Paraná, a medida contribui para estancar o crescimento do deficit já existente para o pagamento de aposentadorias e pensões. “Neste ano, a insuficiência financeira do sistema será de R$ 6,3 bilhões. O valor é superior ao orçamento do Estado para a área de saúde”, destaca.

Além disso, o Governo ressalta que a proposta capitaliza e fortalece o Fundo de Previdência. “As projeções mostram que em cinco anos o fundo vai retomar a capacidade financeira e em até 30 anos será autossuficiente. Com isso, ficam plenamente assegurados os pagamentos dos benefícios aos servidores”, diz a nota.

Por fim, o Governo salienta que o projeto de reforma da previdência cumprirá todo o rito legal na Assembleia Legislativa, fórum adequado para o debate a respeito da proposta, conforme já demonstrado na tramitação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) no âmbito federal.

O Executivo também produziu um vídeo para explicar a mudança.

com informações da APP-Sindicato, Governo do Estado e do Paraná Portal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *